Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas

30 de julho de 2019

Em 30 de julho, é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas para lembrar que é necessário e urgente avançar na erradicação desse crime internacional. Todos os países são afetados pelo tráfico de pessoas, um crime que explora mulheres, meninas, meninos e homens com diversos propósitos, incluindo trabalho forçado e exploração sexual.

Dados do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) mostram que até o momento, desde 2003, existem aproximadamente 225.000 vítimas de tráfico de pessoas, detectadas em todo o mundo. A denúncia e o trabalho articulado entre instâncias estaduais são fundamentais para a detecção e reparo. Cada vez mais países estão detectando vítimas e denunciando os traficantes dessas máfias.

As Nações Unidas também observaram que a grande maioria das vítimas de exploração sexual e 35% das vítimas de trabalho forçado são mulheres.

Em 2010, a Assembléia Geral da ONU adotou um Plano de Ação Global para Combater o Tráfico de Pessoas, instando os governos de todo o mundo a derrotar esse flagelo. Por seu lado, os Estados do MERCOSUL também vêm realizando esforços através de políticas públicas para combater o crime de tráfico de pessoas.

O IPPDH, por sua vez, vem trabalhando em treinamento, pesquisa e promoção de direitos no assunto por meio de cursos, publicações e campanhas de informação e conscientização no âmbito da mobilidade humana.

Levantamento dos instrumentos do MERCOSUL sobre tráfico de pessoas

Se você deseja receber notícias do IPPDH, registre-se aqui.

 

 

 

Imprimir
Projeto financiado com recursos do Fundo para a Convergência Estrutural do MERCOSUL
Creative Commons License Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.